Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Imagine um jogador com 1,50 metros a jogar numa equipa de basket da NBA, ou um jogador com 1,70 metros pesando 150 kilos a jogar numa equipa de futebol da primeira liga Inglesa.

Concorda que isso é pouco provável? Todos sabemos que a probabilidade de isso acontecer é muito baixa, quase nula.

Os jogadores de Basket são altos, porque é necessário que sejam altos para alcançarem com mais facilidade o cesto.

Os jogadores de futebol são leves porque percorrem grandes distâncias e não podem carregar muito peso nesse percurso. A sua energia tem de ser usada para fugir e fintar os adversários e não para carregar o seu próprio peso. É por isso que a relação peso/altura de um jogador de Futebol é media. Um jogador com 1,70 metors, pesa geralmente 70 kilos. se pesasse 150 muito dificilmente poderia correr em 90 minutos os 6 a 7 kilómetros que se espera que ele corra.

Um corredor de Fundo não precisa de tanta massa muscular como um jogador de futebol, por isso, o peso de um corredor de fundo com 1,7 metros ronda os 63 a 65 kilos. Em contrapartida, deverá o corredor de fundo ter mais resistência e correr em 2 horas os 42 kilómetros da maratona.

A estrutura fisica de um corredor de fundo adaptou-se a fazer movimentos ciclicos e regulares. o jogador de futebol precisa de mais massa muscular porque tem de fazer um misto de movimentos ciclicos e aciclicos, por vezes alternando com movimentos de explosão e força. Para isso a estrutura fisica do jogador de futebol teve de adaptar-se e os seus ligamentos e musculos são mais massivos, pesando mais, para suportarem as necessidades subitas de alternar velocidade e explosão, que sujeitam os seus ligamentos a tensões muito maiores e em múltiplas direções...

 

Ou seja, melhor explicando, se pusermos um corredor de fundo a jogar raguebi, existe uma elevada probabilidade de em pouco tempo ele se lesionar, pois a sua massa muscular e ligamentos não estão adaptados, nem preparados para suportar os impactos que um corpo mais musculado pode suportar. Precisamente por esta razão, se percebeu que nos desportos de combate era fundamental fazer-se competição distribuindo os atletas por categorias de peso...

 

Resumindo, cada atleta, desportista ou artista, como quiserem chamar-lhes, tem carateristicas próprias e essas carateristicas, que são especificas de cada pessoa, tornam-na mais capaz e hábil para o desempenho de determinadas modalidades ou artes e não de outras.

Assim sendo, tal como as carateristicas fisicas dos praticantes têm de ser adequadas às modalidades praticadas por cada um, também as modalidades têm carateristicas que se adaptam mais a certo tipo de pessoas do que a outras. E isso não tem só a ver com capacidades fisicas, tem também a ver com o perfil psicológico dos praticantes.

 

 

Há estilos de Artes Marciais e de Lutas que se percebe terem sido desenhados para individuos mais altos, outros para os mais pesados, outros para os mais rápidos. Alguns estilos são mais ofensivos (ex: Tai Boxing, Jet Kune Do) e outros estilos são mais defensivos (ex: Aikido, Wing Tsun).

Os praticantes devem escolher um estilo de que gostem e que se adapte às suas capacidades fisicas, bem como ao seu perfil psicológico. Por isso mesmo se ouve falar de grandes atletas/artistas, com carreiras fulgurantes em determinados estilos, que pura e simplesmente não conseguem singrar noutros estilos ou modalidades.

 

Ocasionalmente, mas raras vezes, encontram-se atletas/artistas, com uma capacidade inata para se adaptarem a qualquer arte/estilo ou modalidade, como já referido no primeiro post deste blog. Essas exceções são "OS MESTRES".

 

Por isso é um esforço inglório procurar-se, aqui ou em qualquer outro lugar, qual a melhor das Artes Marciais. lutas, ou Estilos.

"O MELHOR" é aquilo que faz com que o praticante/artista se sinta realizado e feliz sempre que pratica.

 

Quanto ao sucesso em combate, isso depende de outros fatores. Para além de uma grande dedicação e empenho no treino, a vontade de vencer e as capacidades fisicas do praticantes e as condições de "treino" são fatores essenciais para que ele possa ter sucesso. Deve também ter-se em consideração que, na competição, existem múltiplos fatores que podem interferir no resultado.

Num combate apenas se consegue medir quem ganhou. Num combate, apenas os dois Atletas/Artistas sentem a força e o peso do adversário. Os observadores podem apenas fazer uma avaliação subjetiva, baseada em pressupostos que são ideias e não factos mensuráveis.

Alguém que foi campeão mundial, não pode assumir como certo que nunca será derrotado. A derrota pode acontecer quando menos esperada e não raras vezes isso acontece.

 

Quando se lida com Artistas Marciais e Lutadores de elite, não há melhor nem pior. Todas as Artes e Estilos têm as suas virtudes. Os praticantes de certos estilos são mais vulneráveis em determinados aspetos e mais fortes naquilo em que se especializam. Daí vermos que normalmente os especialistas de Judo, Ju jitsu e Aikido têm vantagem na luta de contato, ao passo que os peritos de Karate, Kick Boxing e Muay Thai são mais fortes na luta em pé e a distância.

Mas não se podem ter certezas nas Lutas e nas Artes de Combate, inesperadamente, um lutador menos conceitoado pode vencer um famoso campeão, com um simples golpe, qualquer que seja ele. Como diz o velho ditado, "A ocasião faz o ladrão!!!"

 

 

 
É pois erróneo tentar estabelecer uma métrica para definir melhor e pior. O correto é que a escolha da Modalidade ou Arte seja a mais adaptada ao perfil morfológico e psicológico do praticante.
A única coisa que podemos comparar é a eficácia. É possivel dizer que este ou aquele atleta foi mais eficaz e teve mais sucesso num determinado momento. Não é possivel medir qual é a melhor ou pior Arte Marcial ou Desporto de Combate. SÃO TODAS DIFERENTES!!!
 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:09

Qual a diferença entre DESPORTO e ARTE MARCIAL?

 

A ARTE MARCIAL, é intrinsecamente uma forma de luta e de defesa, mas também uma forma de vida.

O ARTISTA MARCIAL estuda a Arte do combate e a luta, mas inspirado num principio de vida que é o de prolongar e preservar por todos os meios o seu bem estar e a sua vida e de outros. É por isso uma maneira de estar, um estilo de vida.

No percurso da sua aprendizagem o ARTISTA MARCIAL, aprende a defender-se, sem pôr em perigo outros. No entanto, aprende a utilização extrema da arte, ou seja, é capaz de utilizar força letal, é capaz de matar.

Quando confrontado com uma ameaça de morte o ARTISTA MARCIAL pode levar essa ameaça ao extremo e, para defender-se, é capaz de matar.

No estudo o ARTISTA MARCIAL tem por obrigação respeitar a integridade fisica do seu parceiro, mas, quando confrontado, em perigo de vida, no limite extremo, o ARTISTA MARCIAL entra em modo de combate e vai proteger-se aniquilando o seu opositor se necessário. E neste caso, não existem regras.

 

 

O ARTISTA MARCIAL, como o próprio nome indica, sendo um Artista, refina a arte do combate, aprimora as suas capacidades técnicas à exaustão e em boa verdade nunca se sempre pronto, a sua luta é constante para atingir a perfeição, que supostamente é inatingivel. É uma procura permanente por um estado de espírito e uma capacidade técnica perfeita que o devem levar, no limite, a essa desejada perfeição.

Está permanentemente a tentar ultrapassar-se, dia após dia, hora após hora, técnica após técnica, em todas as técnicas e no seu estado mental. Procura constantemente, até à exaustão, atingir a perfeição fisica e mental.

Em resumo o ARTISTA MARCIAL procura aperfeiçoar-se tornando-se num ser humano superior, sendo capaz de suportar a dor, o sofrimento, a fadiga, superando-se e sendo-lhes indiferente, sem expressar qualquer sentimento quer de desconforto quer de alegria.

Já o ATLETA, tem uma data limite para ser perfeito, o dia da competição. Por isso treina e cumpre uma séria de regras, em determinadas condições obrigatórias, para no dia da competição ganhar. Não treina para ser perfeito, mas sim para ganhar... e quando ganha ou perde, explora ao máximo o mundo das emoções, explode de alegria, chora de felicidade, por raiva, ou descontentamento. Emociona-se e emociona!!

 

Na ARTE MARCIAL está em causa a beleza do movimento, a capacidade técnica, ao passo que no desporto está em causa principalmente o sucesso, procurando-se a glória da vitória. Entenda-se que no DESPORTO, há regras, mas o fundamental é, ... GANHAR!!!

Temos então que na ARTE MARCIAL será muito mais importante a técnica a agilidade e a satisfação pela capacidade de auto superar-se do Artista, ao passo que no ATLETA estão muito mais em causa as capacidades fisica, tática e estratégica que o conduzem ao sucesso e à medalha.

 

O DESPORTO de combate, ou Luta, se assim lhe quiserem chamar, é um acima de tudo um jogo, que tem um conjunto regras e que pode praticar-se livremente. Está limitado por esse conjunto de regras que são estabelecidas prioritariamente, sobretudo para prevenir ao máximo o aparecimento de lesões nos intervenientes.

Compreende-se então que o DESPORTO de Combate foi desenhado com regras para se fazer competição. Foi desenhado para que os praticantes possam treinar e testar as suas capacidades físicas no limite.

 

Obviamente, a linha que separa o DESPORTO da ARTE MARCIAL é por vezes muito ténue e não se vá pensar que o ATLETA que pratica o Desporto/Luta não possa ser ele também uma arma letal ao utilizar os seus conhecimentos de Luta. Até porque as condições de treino ao nível da alta competição pressupõem uma capacidade física acima do limiar da capacidade humana...

 

Por raras vezes, numa única pessoa, encontramos reunidas, excecionalmente, capacidades técnicas, táticas e estratégicas, bem como as capacidades físicas e acima de tudo humanas que fazem dele um ARTISTA MARCIAL/ATLETA/FILÓSOFO. Essas exceções são ... Os MESTRES. pessoas que são geralmente acarinhadas e seguidas por ordas de amantes do Desporto e das Artes Marciais, pois conseguem tornar-se exemplos e modelos de vida...

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:18


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D