Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Jin Ji Du Li - Mantenha o seu equilibrio

por Kombat Lovers, em 05.12.13

MANTENHA OS OLHOS BEM FECHADOS, RELAXE E EQUILIBRE-SE

 

Isso mesmo, equilibre-se interiormente, é para isso que serve o JIN JI DU LI.

Este exercicio é considerado fundamental para manter a jovialidade e permite de uma forma muito simples e sem recurso a quaisquer equipamentos ou tecnologia, verificar o estado de saúde e a idade fisica de um individuo.

 

Numa tabela de avaliação muito simples pode dizer-se que alguém que não consiga assumir esta postura mais do que 10 segundos, estará numa idade fisica acima dos 60 anos. Mesmo que tenha 40 anos, isso significa que o seu corpo se degenerou mais rapidamente do que devia e o seu estado fisico é como o de uma pessoa idosa. O seu corpo envelheceu mito rapidamente, talvez por estar mal cuidado. Geralmente por falta de atividade física.

 

JIN JI DU LI é uma pedra preciosa da medicina tradicional Chinesa e utiliza-se com base no pressuposto de que para um individuo manter um estado de saúde equilibrado, os seus orgãos internos, incluindo o cérebro devem estar em sincronia ou alinhados.

Então, se esse individuo estiver bem de saúde e estiver de pé e descontraido, ao levantar um dos pés ficando apoiado no outro pé, ele conseguirá manter-se equilibrado.

Contudo, se algo no seu organismo não estiver coordenado, ou se a sua saúde não estiver bem, ele desiquilibrar-se-á, não conseguindo manter-se apoiado em apens um pé por muito tempo.

 

 

A Saúde:

Demência e Senelidade, são apontados como alguns dos problemas de saúde mais comunmente resolvidos pelo JIN JI DU LI.

Partindo do principio de que se os nossos orgãos internos não estiverem alinhados/coordenados o nosso corpo não estará equilibrado, então, assim sucedendo, a saúde corre o risco de degradar-se, sendo o corpo dominado pela doença.

Segundo os principios da medicina tradicional chinesa, existem seis meridianos (canais de energia) principais no corpo humano. Esses meridianos percorrem todo o nosso corpo. O praticante de JIN JI DU LI, ao ficar apoiado unicamente num pé, provoca o desiquilibrio dos seus meridianos e estes reajustam-se. Ao fazê-lo os orgão adaptam-se, sendo estimulados ou forçados a procurar o seu ponto de estabilidade e equilibrio.

Podemos então considerar que o JIN JI DU LI é ginástica "interna". Ginástica para os orgãos interiores, como o figado, a bexiga, os rins, estômago, intestinos, ... 

Com a prática regular notam-se melhorias na qualidade do sono e na memória. Reforçam-se as imunidades

Podem prevenir-se doenças como a Gota e "Pés frios".

 

 

 

COMO TREINAR JIN JI DU LI:

A maioria das pessoas não consegue manter-se apoiado apenas num único pé com os olhos fechados por mais do que 5 segundos.

Com a prática, essas mesmas pessoas poderão conseguir equilibrar-se num único pé por mais de 2 minutos. Quando atingem esse nível, os praticantes descrevem uma sensação de leveza, quase como se deixassem de sentir o seu peso.

 

Deve começar-se por estar nessa posição e aos poucos vai-se ganhando confiança e fechando os olhos por períodos de tempo mais longos, até se atingir os dois minutos.
A partir daí podem começar a juntar-se movimentos ao exercicio e ganhar confiança na postura.
Da prática deste exercício apenas podem advir beneficios, com exceção das pessoas que têm problemas de saúde que os impeçam de permanecer de pé por períodos de tempo prolongados. Essas pessoas não devem praticar o JIN JI DU LI, sem aconselhamento e acompanhamento médico.
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 06:29


Ficha Técnica do YIQUAN Technical Details

por Kombat Lovers, em 24.11.13

Significado do nome YIQUAN - YI significa tentar, pensamento, pretenção ou vontade (não deve ser traduzido como intenção). QUAN significa punho, no sentido de arma de combate.

Assim, YIQUAN deverá ser interpretado como boxe intencional, boxe do pensamento, ou ainda como boxe mental.

Por vezes o YIQUAN pode também ser referido como TA CHENG CHUAN ou como DA CHENG QUAN, significando nestes casos a "Arte da Grande Realização".

Definição Técnica - Arte Marcial Interna (porque tem por base a utilização do Qi/Chi - Energia)

Caracteristicas especiais: Não existem rotinas fixas, sequências de movimentos ou formas fixas. Como Arte Marcial Interna, está muito associado à Medicina Tradicional Chinesa e às medicinas alternativas no tratamento de doenças.

Além disso, o treino do Yi Quan suporta-se fortemente na prática de Zhan Zhuang, uma forma de Chi Kung/Gi Gong conhecida por POSTURA DA ÁRVORE, que é um reconhecido método de meditação utilizado para o desenvolvimento da capacidade de acumular Qi (energia vital).

Origem: China

Origem Técnica: Hsing I Chuan/Xing Yi Quan, Tai Chi Chuan/Taiji Quan e Pa Kua Chang/Baqua Zhang (todos eles estilos internos de Wushu)

Fundação: 1920

Fundador: Wang Xiang Zhai (1885 - 1963)

História: Wang Xiang Zhai foi o último discípulo do grande Mestre Guo Yun Shen.

Aos 8 anos a fragilidade fisica de Wang inspirava tantos cuidados e especial atenção, que os seus Pais decidiram apresentá-lo ao Mestre Guo, de quem eram amigos, tendo então Guo começado por ensinar a Wang o estilo Hsing I Chuan/Xing Yi Quan, introduzindo-o mais tarde ao estudo do Zhan Zhuang. 

Em 1913, com 27 anos Wang Xiang Zhai torna-se um exímio praticante e foi nomeado Instrutor Chefe de combate do Exército Chinês em Pequim, assumindo essa responsabilidade até 1918.

Aos 33 anos sentiu necessidade de evoluir e decidiu iniciar uma viagem por toda a China, buscando aprofundar mais os seus conhecimentos das Artes Marciais junto dos nomes mais conhecidos das Artes Marciais Chinesas da época. Na lista dos seus Mestres destacam-se grandes nomes como os de Heng Lin, Xie Tiefu, Fang Yizhuang e Jin Shaofeng.

Depois de sete anos de estudo intenso, decidiu regressar a Pequim, onde se estabeleceu criando uma escola. Nesse período, criou fortes laços de relação com a comunidade de Mestres de Artes Marciais que ensinavam na capital Chinesa. Conheceu então e fez amizade com figuras reputadíssimas como Wu Yi Hui e Zhang Zhaodong e ganhou fama como lutador e homem sábio.

Atribui-se a Wang a fama de nunca ter sido derrotado a partir do momento em que estabeleceu o Yi Quan como o seu estilo.

Principio/Conceito: Treino do Qi/Chi como pedra basilar para o desenvolvimento de todo o potencial físico e mental do Ser Humano.

Utilização de movimentos simples de executar e eficientes.

Grandes Mestres e Referências: 

Tipo de esforço desenvolvido no treino: É basicamente um trabalho aérobio alático, mas muito suportado no treino do Qi (energia vital), compreendendo por isso o desenvolvimento de capacidades reconhecidas e aceites, mas não mensuráveis e cientificamente alcançáveis na avaliação do treino desportivo.

Livro Referência: The Tao of Yi Quan (Jan Diepersloot)

 

English Version:

Versão Portuguesa:

 

 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:56

Quanto mais relaxado e descontraido o corpo estiver mais capacidade terá de desenvolver performances de elevado nível.

Assim, a MEDITAÇÂO desempenha um papel deveras importante, para ajudar os praticantes das Artes Marciais e Desportos Associados e desenvolver melhores condições emocionais para a prática destas modalidades.




A prática da MEDITAÇÃO deve ser adequada ao perfil psicológico do praticante e deve ser progressivamente aprendida e evoluída.

Existem formas de MEDITAÇÃO Estáticas (feitas numa posição estática, sem movimento) e Dinâmicas (feitas em movimento). Será díficil para uma pessoa muito ativa e que não conheça as formas de MEDITAR começar a fazer MEDITAÇÃO partindo logo de formas estáticas.

Por isso devem fazer-se aproximações à MEDITAÇÃO, utilizando por exemplo o Chi Kung. Desta forma a adaptação a diferentes estados de consciência será mais fácil.


Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:28

O que é MEDITAR?

MEDITAR não tem regras. MEDITAR não tem tempo. MEDITAR não tem posições obrigatórias.

MEDITAR é Tempo. Tempo para não pensar em "NADA" e em "TUDO", ao mesmo tempo.

E Tempo, é um bem precioso, muito precioso.

Mas será o Tempo tão precioso, que não podemos desperdicá-lo para descansar sequer?

Ou será ele tão mais valioso precisamente por isso? Para podermos dar-nos ao luxo de desperdiçá-lo, sentados a olhar um Pôr do Sol e as ondas do mar a bater na rocha.

Os Orientais, com as escolas de Filosofia e Religião Shinto, Taoista e Confucionista e com o entendimento do "CHI" do "YIN" e do "YANG", têm mais facilidade em entender a importância de "PARAR", de ter tempo para pensar em "TUDO", de ter tempo para pensar em "NADA", ou seja, MEDITAR.

A vida acontece e nós a vê-la acontecer.

Por vezes, parece não haver tempo, mas há.

Temos todo o tempo do Mundo, ... todo o tempo, ... basta querermos!

Em vinte e quatro horas, o tempo que dura um dia, bastam-nos cinco minutos. Cinco minutos são o tempo suficiente  para espairecer, aclarar as ideias ou mudar de ideias.

Por vezes focamo-nos tanto no pequeno Mundo em que vivemos, na profissão, na moda, no desporto, esquecendo-nos que há mais vida, para além da vida que conhecemos.

E essa vida, que não vemos, está mesmo ali ao nosso lado, passa-nos despercebida, porque não damos a nós próprios a oportunidade de a ver.

Pare e olhe à sua volta... Gaste cinco minutos do seu dia para olhar ao seu redor.

Pense no que está errado, pense em como podia mudar para melhor e vai notar uma grande diferença no seu dia a dia.

Bruce Lee dizia, "Seja como Água, ...".

Adapte-se, transforme-se, modifique a sua vida, para descobrir novas formas de estar e viver em harmonia com o Mundo que o rodeia.

Acima de tudo adapte a sua vida para finalizar todos os dias com a certeza de estar feliz e a sentir-se bem com o que faz.

 

Não faça nada porque tem que ser. Faça porque gosta de fazer.

Divirta-se e Seja Feliz!!!

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:25

O REPOUSO E PARTICULARMENTE O SONO SÃO UMA IMPORTANTE FORMA DE MANTER A SAÚDE. PORQUÊ?

 

O nosso corpo está constantemente num processo de destruição e reconstrução das suas estruturas. Mas existem momentos mais apropriados para essa reconstrução e esses momentos acontecem sobretudo durante o REPOUSO e durante o SONO.

Nos períodos de atividade física e mental mais intensa, o corpo não está muito concentrado na sua própria recuperação e reconstrução.

 

 

Assim, durante os períodos de REPOUSO e durante o SONO, o nosso corpo desempenha diversas tarefas, em horários diferentes, que são por exemplo:

 

  • 21h00 - 23h00 - Neste horário, o sistema linfático do nosso corpo começa o processo de desintoxicação, desembaraçando-se de alguns químicos intoxicantes do nosso organismo. Por isso, a partir das 21h00, devemos estar a relaxar, ouvindo música ou a ler um livro;
  • 23h00 - 01h00 - A vesícula biliar está no processo de desintoxicação e isso deve acontecer num estado de SONO profundo. É também neste horário que o nosso corpo sintetiza as proteínas de crescimento que vão ajudar à substituição das células que têm de ser reconstruidas;
  • 01h00 - 03h00 - É a hora de desintoxicar o fígado e a essa hora devemos continuar a DORMIR profundamente;
  • 03h00 - 05h00 - Os pulmões estão a ser limpos e é por isso que neste horário, se estivermos mais frágéis produzem-se fortes acessos de tosse. Por isso deve evitar-se o mais possível a utilização de medicamentos para a tosse, pois interferem nestes processos de eliminação de toxinas. Sempre que possível, devem-se substituir os medicamentos por remédios naturais;
  • 05h00 - 07h00 - A desintoxicação do Cólon. A esta hora, se estivermos acordados, devemos ir à casa de banho esvaziar os intestinos;

Fora destes horários, o corpo adapta-se e é capaz de recompor-se, mas, decididamente, os resultados não são os mesmos.

Por isso, as pessoas que não respeitam estes princípios e que, por motivos profissionais ou outros, não podem cumprir horários regulares de repouso e de DORMIR, terão provavelmente mais dificuldade em manter um estado de saúde equilibrado.

 

 

Depois de todo este processo de limpeza, o organismo acorda e está apto para mais um dia de trabalho. Mas precisa de combustível e então:

  • 07h00 - 09h00 - o Intestino Delgado está pronto para absorver nutrientes e é neste período que deve acontecer a primeira refeição. Para os desportistas, ainda será melhor se tomarem o pequeno almoço pelas 07h30. No entanto, se estivermos doentes, devemos antecipar o horário para as 06h30.

Quem não tem o hábito de tomar uma refeição matinal deve mudar esse hábito e impor a si próprio a necessidade de tomar essa refeição, por mais pequena que seja, antes das 10h00 da manhã.

 

DORMIR tarde e despertar tarde interrompe os processos de desintoxicação do nosso organismo. E é importante ter em conta que, entre as 00h00 e as 04h00 a medulá óssea está a produzir sangue novo, sendo importante deixar que este processo decorra tranquilamente. Caso contrário, estamos a diminuir as capacidades de manutenção e regeneração do nosso corpo, pois estamos a limitar a produção de sangue, que é o principal veículo de manutenção e transporte do nosso organismo.

 

 

No caso dos desportistas o desgaste que o corpo sofre no treino é muito superior ao de uma pessoa normal. Por isso, os atletas precisam de vários períodos de repouso e de SONO ao longo de um dia e de mais tempo a DORMIR. Um organismo cansado necessita de recompor-se e para fazê-lo é necessário desligar uma série de funções para obrigar o corpo a repousar e poder limpar o organismo das toxinas acumuladas e recuperar desse desgaste a que foi sujeito.

O cansaço e a fadiga que se sentem depois do treino resultam de uma ordem que o cérebro dá ao organismo para mandar o corpo parar, por forma a poder proceder às "obras" de limpeza, manutenção e reparação no corpo do atleta. Sem repouso, não pode haver recuperação e em vez de melhorar, o organismo entra num estado de fadiga extrema que pode ter reprecussões graves na saúde do atleta.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:21


YI JIN JING Qi Gong - Nei Gong (QI GONG Interno)

por Kombat Lovers, em 08.06.13
YI JIN JING é um conjunto de exercicios de GI GONG que visam fortalecer a musculatura, tendões e ligamentos, melhorar a flexibilidade e ativar as funções dos orgão internos melhorando a funcionalidade do corpo humano em geral.
Não é possivel fazer uma tradução literal exata, mas, YI JIN JING, significa aproximadamente mudança dos musculos e dos tendões.
É uma forma de Qi Gong interno que visa fazer evoluir e manter a performance muscular, bem como a dos tendões e ligamentos.
Por afetar diretamente a parte física do praticante, é por vezes erradamente indicada como uma forma de Qi Gong Externo, mas não o é.
 
 

 

O YI JIN JING rege-se por 5 regras: a quietude, a lentidão, a extensão, a pausa e a flexibilidade.
A Quietude - Calmamente, permitir que a energia se desloque dentro do nosso corpo;
A Lentidão - Só é possivel atingir o máximo do alongamento muscular e a máxima flexibilidade articular com movimentos lentos e profundos;
A Extensão - Os movimentos devem atingir o limite máximo da capacidade do praticante, sem esforçar excessivamente e sem causar dor;
A Pausa - No limite do alongamento deve fazer-se uma pausa e manter essa posição;
A Flexibilidade - A mobilização de todas as partes do corpo permite a melhor circulação do sangue e da energia (QI ou CHI) irrigando e alimentando as articulações e aumentando a flexibilidade;
A estes 5 principios há que juntar a importante base da respiração suave e profunda que ajuda a manter a total descontração e relaxamento do praticante.
 

 

 Saiba mais em:

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:10


Ficha Técnica do TAI CHI CHUAN Technical Details

por Kombat Lovers, em 01.06.13

Significado do nome TAI CHI CHUAN: Não se pode fazer uma tradução literal dos significados das palavras chinesas. Algumas palavras estão mais associadas a um conceito do que a uma ação ou um objeto. A mesma palavra pode assumir diversos significados.

- TAI é uma palavra associada a grandeza (maior - supremo - mais alto - absoluto)

- CHI ou JI associa-se a altura (cume - topo - limite)

- CHUAN ou QUAN associa-se a lutar com a mão desarmada (soco - punho - combate desarmado)

É comum encontrarem-se várias formas para traduzir o significado de TAI CHI CHUAN, contudo, a tradução mais comum é PUNHO DO LIMITE SUPREMO

Definição Técnica: Arte Marcial (Mas começam a dar-se os primeiros passos para criar uma estrutura desportiva de competição)

Origem: Artes Marciais Chinesas e o Chi Kung (por vezes também chamado Qi Gong)

Origem Técnica: O TAI CHI CHUAN incorpora diferentes conceitos. O bem estar fisico e mental, a facilidade e leveza do movimento e a energia. Podemos dizer que as Artes Marciais Chinesas, o Qi ou Chi (fonte de energia) e a meditação são as componentes estruturantes do TAI CHI CHUAN. 

Fundação: Meados do século XVII

Fundação Moderna: Existem diversas linhagens e estilos de TAI CHI CHUAN. A maior parte dessas escolas começaram a estruturar os seus estilos a partir de meados do século XVIII.

Lenda: Uma das versões lendárias conta que o TAI CHI terá sido apresentado por Wu Xu, uma divindade Taoísta, ao monge Chan San Feng, que era um eximio praticante de Artes Marciais. O monge terá então começado a praticar e ensinar este estilo passando-o aos seus discípulos.

Outra versão da lenda diz que o mesmo Chan San Feng presenciou uma luta entre uma serpente e uma garça. A garça atacava sistematicamente a serpente, com golpes fortes e rápidos, tendo Feng observado que a serpente se mantinha descontraida, esquivando-se e aproveitando os ataques da Garça para contra atacá-la. Daí, teria então nascido o conceito do TAI CHI CHUAN.

História: As origens perdem-se no tempo. Os primeiros relatos históricos do TAI CHI referem Xu Xuan Ping e Li Dao ZI como os primeiros Mestres a apresentar o estilo como uma Arte Marcial autónoma, tendo isso sucedido nos séculos VII e VIII na dinastia Tang.

Outras teorias de históricas dizem que o primeiro impulsionador do conceito da "Arte Interior" terá sido o monge Chan San Feng. Também conhecido por "O Imortal", Chan San Feng, acabou por tornar-se uma figura mítica. Os registos acerca da sua vida são muito vagos o que faz com que alguns historiadores questionem a veracidade da sua existência. Como exemplo, pode referir-se que não existe consenso na datação do período de vida desta personalidade tão importante para  o imaginário da cultura Chinesa, apontando-se datas desde o séculos X até ao século XV.

São também muitas as versões da origem e história do TAI CHI, tal como são muitas as imprecisões que se encontram ao cruzar as versões dos diversos estudiosos.

Certo, é que o primeiro registo escrito fazendo referência ao TAI CHI CHUAN data do século X. Tem como título Guan Jing Wu Hui Fa, que traduzido significa algo como "Método para alcançar o esclarecimento através da observação da escritura", sendo o autor Cheng Ling Xi.

O TAI CHI foi-se desenvolvendo como forma de combate e acabou por ganhar reputação e o reconhecimento institucional.

No século XIX, o Mestre Yang Lu Chan, um estudioso das Artes Marciais e criador do estilo Yang do TAI CHI ganhou fama em Pequim pelas suas capacidades Marciais. Era tão bem considerado, que o chamavam "O Invencível". Essa reputação valeu-lhe um convite para treinar a Guarda Imperial Chinesa. E como resultado dessa distinção, Yang Lu Chan ganhou muitos seguidores, tendo a sua escola chegado a ter mais de 800 alunos. A partir daí deu-se o grande desenvolvimento do TAI CHI CHUAN.

Mas foi em finais do sèculo XIX, principios do século XX, com a abertura da China ao Ocidente, que o TAI CHI CHUAN começou a ser conhecido no Mundo Ocidental, iniciando-se o seu crescimento e consagração a nível Mundial.

Principio/Conceito: O TAI CHI CHUAN, como Arte Marcial segue um conceito enraizado na filosofia Taoísta, que defende a necessidade do Homem viver em harmonia com a Natureza. Tem uma forte componente de "GI" (a energia interior), sendo daí que se originou a sua classificação de "Arte Interior". A par disso, é dado muito enfase ao control da respiração.

Assim sendo, todos os movimentos são lenta e suavemente desenhados e coordenados com o control da respiração, por forma a potenciar ao máximo a eficácia e o "GI".

Whang Zheng Nan, Mestre da linhagem Wudang do TAI CHI CHUAN, referia-se a esta Arte Marcial como sendo uma arte "Interior" a contraponto dos estilos Chineses das escolas Shaolin, aos quais se referia como artes "Exteriores" por construirem a sua estrutura partindo essencialmente da condição física do praticante.

Baseando-se em movimentos circulares, que acompanham o movimento do adversário, podem-se considerar 3 pilares fundamentais na definição do conceito do TAI CHI CHUAN:

- Contrariar o movimento do adversário opondo-lhe a quietude

- Contrariar a dureza do adversário opondo-lhe a suavidade

- Contrariar a velocidade do adversário opondo-lhe a lentidão dos nossos movimentos

Grandes Mestres e Referências: Thung Kai Ying (CHN); Tung Hu Ling (USA); When Shan Wang (USA); Marshall Hoo (USA); Hum Hi Sian (TWA);

Livro Referência - Tai Chi Chuan Classical Yang Style: The Complete Form Qi Gong (Jwing Ming);

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:47


Fonte de energia - CHI ou GI - Energy Source

por Kombat Lovers, em 19.05.13

A palavra que pode ser pronunciada como "CHI" ou "GI", é mais a representação de uma forma de energia, do que uma denominação exacta de algo em concreto.

No entanto, literalmente CHI ou GI podem significar simultâneamente fluxo de energia, ar, gás, respiração, respirar, força vital. Em suma e resumindo, CHI ou GI é a designação de ENERGIA VITAL, ou seja, é mais que tudo a designação para o conceito de energia que dá vida a todos os seres vivos.

O CHI ou GI está enraizado em diversos conceitos espirituais e religiosos de diversas culturas. Os Ocidentais chamam-lhe ENERGIA VITAL, e é parte integrante do Taoismo, do Hinduismo e do Budismo, bem como da cultura Havaiana. O povo da Tribo Nigeriana Igbo chama-lhe também CHI, os Indios Norte Americanos chamam-lhe Manitou e na cultura e religião Judaicas é designado por Ruah.

CHI ou GI flui permanentemente, rodeia-nos, envolve-nos e pode ser extraido, preservado ou acumulado nos seres vivos. É que proporciona vida aos seres vivos, sendo essencial para a manutenção dessa vida e sobretudo à manutenção da saúde.

O ser humano,pode treinar-se e aperfeiçoar-se na utilização e aproveitamento do CHI ou GI sendo os especialistas chamados de Mestres ou Grandes Mestres.

 

 

 
 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:46


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D