Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Ficha Técnica do HAPKIDO

por Kombat Lovers, em 20.08.17

Significado do nome HAPKIDO - Caminho da Coordenação e do Poder da Energia Interior ("HAP" refere-se à coordenação e "KI" à energia vital que nos é dada pelo universo)

Definição Técnica - Arte Marcial

Origem - Japão, Coreia

Origem Técnica - Daito Ryu Aiki Jutsu e Tae Kion

Fundação - 1958

Fundador - Choi Yong-Sool

História - A história da presença humana na Coreia remonta há aproximadamente 30.000 anos e é envolta em guerras tribais. Há cerca de 4.300 anos aparecem os primeiros vestígios de civilização e de cidades, tendo a partir daí evoluído para há cerca de 2.000 anos se terem formado na península Coreana 3 reinos e sendo a partir dai essa época conhecida precisamente como a era dos 3 reinos. O Budismo enraizou-se como a religião oficial dos 3 Reinos e com o Budismo vieram um conjunto de influências das Indias...

A partir desse período, desenvolveram-se a economia, a literatura e as artes. As Artes Marciais, por imposição de toda a conjuntura da época foram-se também desenvolvendo e dada a proximidade foram-se transmitindo para os Países vizinhos como o Japão e a China, sociedades com quem a Coreia sempre teve uma intensa troca comercial e cultural.

No século VI d.c. aparecem os primeiros registos de uma cultura guerreira denominada Hwa Rang (Guerreiros Floridos) que se destacavam pela prática das Artes Marciais, bem como pela poesia e pintura, sendo destacados intelectuais da época. As disputas guerreiras acabaram por dar origem à unificação da Coreia com grande influência dos Hwa Rang, resultando daí o aparecimento da dinastia com maior longevidade na história da Ásia, a dinastia Silla, que durou 992 anos.

Choi Yong-Sool nascido Coreano, foi, muito jovem, viver para o Japão onde estudou Artes Marciais tornando-se em certa altura discipulo do Mestre Takeda Sokaku juntamente com Morihei Ueshida que viria posteriormente a fundar o Aikido.

Sendo Choi Yong-Sool Coreano e havendo, na época, restrições ao ensino das Artes Marciais Japonesas aos estrangeiros, não se encontram muitos registos escritos da passagem de Choi Yong-Sool pela escola de Takeda Sokaku sendo que as referências a esse período foram todas passadas por palavra.

Numa entrevista dada em Nova York em 1980, Chin il Chang, um dos primeiros discípulos de Choi, fez referência a que Choi teria sido adoptado aos 11 anos por Takeda, tendo este renomeado Choi com o nome Japonês Yoshida Asao. Mas provavelmente Choi terá sido escolhido, muito jovem, como criado de Takeda e assim se manteve até à morte do seu Mestre.

Presume-se que a excelente capacidade técnica de Choi levou a que o Mestre Takeda Sukako ignorasse os regulamentos impeditivos e acolhesse Choi como um aluno Normal.

Sabe-se que Morihei Ueshiba, criador do Aikido, se referia a Choi como um dos séniores do Daito Ryu Aiki Jutsu e provavelmente a tensão existente entre Japoneses e Coreanos devido à ocupação da Coreia pelo Japão naquele período da História tenha levado à supressão dos nomes de Coreanos das listas de alunos de Takeda.

Após a morte de Takeda Sokaku e tendo vivido 30 anos no Japão, Choi Yong-Sool decide abandonar o serviço da familia do seu Mestre e regressou à Coreia, onde começou a ensinar a sua versão do que aprendera com o Mestre Takeda Sokaku, mas incorporando uma fortissima componente das artes Marciais Tradicionais Coreanas e passando a chamar-lhe HAPKIDO. Contudo, inicialmente, Choi começou por chamar-lhe Dae Dong Ryu Yu Sool, que é a tradução literal de Daito Ryu Aiki Jutsu para Coreano. O HAPKIDO passou depois por uma longa fase de adaptações a que lhe foram dando várias denominações como Yu Kwon Sul, Yu Sool, Ho Shin Mu Do, and Bi Sool até que finalmente em 1958, Choi adoptou a denominação de HAPKIDO.

No inicio não eram utilizadas as técnicas com socos e pontapés, tendo essa componente importante do HAPKIDO sido acrescentada mais tarde pelos primeiros discípulos de Choi influenciados pela grande dinâmica que essas técnicas traziam às Artes Marciais.

A sistematização técnica do HAPKIDO, se bem que tenha sofido várias influências, é atribuida a Chin Il-Chang, um dos primeiros discipulos de Choi Yong-Sool e aquele a quem Choi atribuiu a responsabilidade de gerir o HAPKIDO a partir de 1985.

Principio/Conceito - Consiste na aplicação muito dinâmica de técnicas tanto suaves como intensas, de golpes, esquivas, projecções, imobilizações, estrangulamentos e luxações.

Nota: Resulta da fusão do Daito Ryu Aiki Jutsu com o Tae Kion, esta última sendo uma Arte milenar Coreana conhecida pelos potentes golpes de mão e pontapés.

Grandes Mestres e Referências: Chin Il-Chang, Seo Bok-Seob, Ji Han-Jae, Kim Moo-Hong, Myung Jae-Nam, Myung Kwang-Sik

Livros referência - Hapkido: Traditions, Philosophy, Technique (Marc Tedeschi); Hapkido Ancient Art of Warriors (Myung); Hapkido (Dr. Kimm); 

 

ENGLISH VERSION

VERSÃO PORTUGUESA

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 01:18

Significado do nome JIU JITSU - Arte Suave, Forma Suave de Fazer ou Técnica da Suavidade

Definição Técnica - Arte Marcial/Desporto

Origem - Japão - Brasil (Brasilian Jiu Jitsu)

Origem Técnica - Lutas da India, YAWARA, KEN, KOGU-SOKU, YOSHIN e ARAKI

Fundação - Inicio do Século XX

Fundador - Família Gracie

História - Sabe-se que o actual modelo do JIU JITSU teve origem na India e que foi posteriormente levado por monges budistas para a China e finalmente para o Japão de onde depois nasceu para o mundo.

Os monges budistas Indianos, utilizavam uma série de técnicas que tinham sobretudo como método o equilibrio, as esquivas e as alavancas como forma de ganhar vantagem e dominar os adversários.

Com a evolução dos tempos, o Budismo ganhou reputação e foi levado para o Tibete, Birmânia, China e com ele as formas de luta e defesa pessoal conhecidas pelos monges, tendo-se posteriormente expandido para o Japão onde chegou no século II ac.

Embora não seja muito clara a forma como o JIU JITSU surgiu, é certo que a sua popularidade cresceu exponencialmente entre 1603 e 1867, na era ITO, período durante o qual o JIU JITSU era ensinado em mais de 2.000 escolas espalhadas por todo o Japão, com denominações diversas, tais como, YAWARA, KEN, KOGU-SOKU, YOSHIN e ARAKI entre muitas outras.

As escolas funcionavam então num modelo fechado, sem qualquer comunicação e dai que cada escola tenha evoluido sem confraternizar ou contactar com as demais academias e como tal cresceram em total asintonia quer nos métodos, quer no sistema de ensino.

No século XIX, com a abertura do Japão ao Ocidente, o Ju Jutsu ganhou popularidade e os Mestres começaram a imigrar, permitindo a divulgação da modalidade na Europa e nas Américas. Um desses imigrantes foi o Conde MITSUYO MAEDA que, no Brasil, ensinou Ju Jutsu aos filhos de Gastão Gracie, um descendente de Escoceses que tinha fixado residência no Rio de Janeiro.

Gastão Gracie ajudou o Conde Maeda a estabelecer-se e desenvolver comércio e em agradecimento, o Conde Maeda ensinou Ju Jutsu aos filhos de Gracie que criaram a afamada escola de Jiu Jitsu Brasileiro (Brasilian Jiu Jitsu).

Principio/Conceito - Defender-se sem utilizar armas, ou estando em desvantagem, usando para tal a não resistência à força do adversário mantendo-se tranquilo e com a mente limpa

Grandes Mestres e Referências: Hélio Gracie, Royson Gracie

Livros referência - 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:38


Ficha Técnica do TAI CHI CHUAN Technical Details

por Kombat Lovers, em 01.06.13

Significado do nome TAI CHI CHUAN: Não se pode fazer uma tradução literal dos significados das palavras chinesas. Algumas palavras estão mais associadas a um conceito do que a uma ação ou um objeto. A mesma palavra pode assumir diversos significados.

- TAI é uma palavra associada a grandeza (maior - supremo - mais alto - absoluto)

- CHI ou JI associa-se a altura (cume - topo - limite)

- CHUAN ou QUAN associa-se a lutar com a mão desarmada (soco - punho - combate desarmado)

É comum encontrarem-se várias formas para traduzir o significado de TAI CHI CHUAN, contudo, a tradução mais comum é PUNHO DO LIMITE SUPREMO

Definição Técnica: Arte Marcial (Mas começam a dar-se os primeiros passos para criar uma estrutura desportiva de competição)

Origem: Artes Marciais Chinesas e o Chi Kung (por vezes também chamado Qi Gong)

Origem Técnica: O TAI CHI CHUAN incorpora diferentes conceitos. O bem estar fisico e mental, a facilidade e leveza do movimento e a energia. Podemos dizer que as Artes Marciais Chinesas, o Qi ou Chi (fonte de energia) e a meditação são as componentes estruturantes do TAI CHI CHUAN. 

Fundação: Meados do século XVII

Fundação Moderna: Existem diversas linhagens e estilos de TAI CHI CHUAN. A maior parte dessas escolas começaram a estruturar os seus estilos a partir de meados do século XVIII.

Lenda: Uma das versões lendárias conta que o TAI CHI terá sido apresentado por Wu Xu, uma divindade Taoísta, ao monge Chan San Feng, que era um eximio praticante de Artes Marciais. O monge terá então começado a praticar e ensinar este estilo passando-o aos seus discípulos.

Outra versão da lenda diz que o mesmo Chan San Feng presenciou uma luta entre uma serpente e uma garça. A garça atacava sistematicamente a serpente, com golpes fortes e rápidos, tendo Feng observado que a serpente se mantinha descontraida, esquivando-se e aproveitando os ataques da Garça para contra atacá-la. Daí, teria então nascido o conceito do TAI CHI CHUAN.

História: As origens perdem-se no tempo. Os primeiros relatos históricos do TAI CHI referem Xu Xuan Ping e Li Dao ZI como os primeiros Mestres a apresentar o estilo como uma Arte Marcial autónoma, tendo isso sucedido nos séculos VII e VIII na dinastia Tang.

Outras teorias de históricas dizem que o primeiro impulsionador do conceito da "Arte Interior" terá sido o monge Chan San Feng. Também conhecido por "O Imortal", Chan San Feng, acabou por tornar-se uma figura mítica. Os registos acerca da sua vida são muito vagos o que faz com que alguns historiadores questionem a veracidade da sua existência. Como exemplo, pode referir-se que não existe consenso na datação do período de vida desta personalidade tão importante para  o imaginário da cultura Chinesa, apontando-se datas desde o séculos X até ao século XV.

São também muitas as versões da origem e história do TAI CHI, tal como são muitas as imprecisões que se encontram ao cruzar as versões dos diversos estudiosos.

Certo, é que o primeiro registo escrito fazendo referência ao TAI CHI CHUAN data do século X. Tem como título Guan Jing Wu Hui Fa, que traduzido significa algo como "Método para alcançar o esclarecimento através da observação da escritura", sendo o autor Cheng Ling Xi.

O TAI CHI foi-se desenvolvendo como forma de combate e acabou por ganhar reputação e o reconhecimento institucional.

No século XIX, o Mestre Yang Lu Chan, um estudioso das Artes Marciais e criador do estilo Yang do TAI CHI ganhou fama em Pequim pelas suas capacidades Marciais. Era tão bem considerado, que o chamavam "O Invencível". Essa reputação valeu-lhe um convite para treinar a Guarda Imperial Chinesa. E como resultado dessa distinção, Yang Lu Chan ganhou muitos seguidores, tendo a sua escola chegado a ter mais de 800 alunos. A partir daí deu-se o grande desenvolvimento do TAI CHI CHUAN.

Mas foi em finais do sèculo XIX, principios do século XX, com a abertura da China ao Ocidente, que o TAI CHI CHUAN começou a ser conhecido no Mundo Ocidental, iniciando-se o seu crescimento e consagração a nível Mundial.

Principio/Conceito: O TAI CHI CHUAN, como Arte Marcial segue um conceito enraizado na filosofia Taoísta, que defende a necessidade do Homem viver em harmonia com a Natureza. Tem uma forte componente de "GI" (a energia interior), sendo daí que se originou a sua classificação de "Arte Interior". A par disso, é dado muito enfase ao control da respiração.

Assim sendo, todos os movimentos são lenta e suavemente desenhados e coordenados com o control da respiração, por forma a potenciar ao máximo a eficácia e o "GI".

Whang Zheng Nan, Mestre da linhagem Wudang do TAI CHI CHUAN, referia-se a esta Arte Marcial como sendo uma arte "Interior" a contraponto dos estilos Chineses das escolas Shaolin, aos quais se referia como artes "Exteriores" por construirem a sua estrutura partindo essencialmente da condição física do praticante.

Baseando-se em movimentos circulares, que acompanham o movimento do adversário, podem-se considerar 3 pilares fundamentais na definição do conceito do TAI CHI CHUAN:

- Contrariar o movimento do adversário opondo-lhe a quietude

- Contrariar a dureza do adversário opondo-lhe a suavidade

- Contrariar a velocidade do adversário opondo-lhe a lentidão dos nossos movimentos

Grandes Mestres e Referências: Thung Kai Ying (CHN); Tung Hu Ling (USA); When Shan Wang (USA); Marshall Hoo (USA); Hum Hi Sian (TWA);

Livro Referência - Tai Chi Chuan Classical Yang Style: The Complete Form Qi Gong (Jwing Ming);

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:47


Ficha técnica do JOGO DO PAU Technical Details

por Kombat Lovers, em 26.05.13

Significado do nome JOGO DO PAU: A explicação do nome JOGO não pode ser interpretada literalmente quando se fala desta arte. Como o próprio nome indica é um jogo de luta em que os adversários se enfrentam usando como arma uma vara (Pau). Por isso deve considerar-se que a palavra JOGO significa Arte ou Técnica e não o seu significado literal de "brincadeira". Em boa verdade esta designação, JOGO DO PAU, deve ser interpretada como "Técnica de usar o "Cajado" (PAU) ou Arte de usar o "Cajado".

Definição Técnica: Arte Marcial / Desporto

Origem: Portugal séculos XVII e XVIII. A origem do JOGO DO PAU é a mesma de muitas Artes Marciais, a defesa pessoal.

Os homens dos campos, trabalhando por vezes isolados, durante muitas horas e dias, viam-se em apuros e a única arma/instrumento que tinham à mão era a vara que seguravam e com a qual se ajudavam aos trabalhos.

Essa vara além de apoio, servia com frequência para afastar as ameaças e desembaraçarem-se de adversários e inimigos.

Origem Técnica: Utilização da vara de apoio que os homens usavam nas suas caminhadas e no trabalho como arma de defesa

Fundação Moderna: 2001

Fundador: Manuel Joaquim Monteiro

História: Em Portugal, como no resto do Mundo, os homens dos campos, são trabalhadores com poucas posses e recursos, mas trabalhando por vezes isolados, durante muitas horas e dias, quando se vêm em apuros, só têm como arma ou instrumento de defesa o seu Cajado. Esse Cajado serve de utensilio de apoio e de ferramenta de ajuda nos trabalhos.

Sendo, como já referido, pessoas de poucas posses, nem sempre tinham capacidade para adquirir armas para se defenderem, então, da necessidade, desenvolveu-se ao longo dos séculos um método de luta e defesa usando essa vara à qual se chama "Cajado" ou "PAU". Por isso, o PAU, além de apoio, servia e ainda serve com frequência para afastar as ameaças e desembaraçar de adversários e inimigos.

Em 2001, o Mestre Joaquim Monteiro decidiu criar a Federação Nacional do Jogo do Pau, como instrumento regulador e de preservação da Arte e também com vista à instituição do Jogo como desporto.

Principio/Conceito: Ataque com a vara a todas as partes do corpo do adversário, incluindo pontos vitais.

Grandes Mestres e Referências: Elias Gameiro (POR); Nuno Russo (POR)

Livro Referência:  The Ancient Art and Modern Science of Portuguese Stick Fighting (Luis Preto)

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:40

Significado do nome AIKIDO - O Caminho para a harmonia com o Universo ("Ai" significa Harmonia ou União. "Ki" significa Espirito, Energia, Poder do Universo. "DO" significa O Caminho ou A Via.

Definição Técnica - Arte Marcial

Origem - Japão

Origem Técnica - Artes Marciais Chinesas, Kendo e Aiki JuJitsu - Daito Ryu

Fundação - 1927 - 1930

Fundador - Morihei Ueshiba

História - Em estudo... To be completed

Principio/Conceito - Utilizar a energia do ataque do adversário como defesa. Basicamente a estratégia é o redirecionamento dos golpes e da força do atacante em proveito do atacado. Baseia-se como tal numa atitude de defesa, deixando para o atacante o ónus e a responsabilidade do que lhe vai acontecer consuante a força e impeto dos seus ataques.

Grandes Mestres e Referências: Sokaku Takeda (JPN - mentor de Morihei Ueshiba - Daito Ryu); Kishomaru Ueshiba (JPN); Moriteru Ueshiba (JPN); Seiseki Abe (JPN); Pierre Chassang; Steven Seagal (USA);

Livro Referência - Total Aikido (Gozo Shioda e Yasuhisa Shioda)

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:35


Ficha Técnica do HWA RANG DO Technical Details

por Kombat Lovers, em 12.05.13

Significado do nome HWA RANG DO - O caminho dos cavaleiors das flores (a forma de fazer, ou o caminho dos "HWA RANG" - podendo HWA RANG significar "os cavaleiros ou os guerreiros das flores", ou ainda,  "os cavaleiros ou os guerreiros floridos").

Definição Técnica - Arte Marcial

Origem - Coreia

Origem Técnica - Artes Marciais Chinesas e Japonesas

Fundação Moderna - 1968

Fundador - Dr. Joo Bang Lee (co-fundador do Hapkido em 1966)

História - Os "HWA RANG" eram uma linhagem de cavaleiros guerreiros Coreanos, a exemplo dos Samurais Japoneses. Esses cavaleiros HWA RANG estudavam a luta corpo-a-corpo com a aplicação de chaves e o uso de uma enorme diversidade de armas como espadas e arcos. O treino era duro e desgastante, apoiando-se também no típico uso oriental da energia positiva resultante do treino do "CHI ou GI".

Suahm Dosa, era um monge ermita que vivia no templo de Suk Wang Sa, atualmente território da Coreia do Norte. Dosa pertencia à 57ª geração de uma linhagem de treino da Arte Marcial HWA RANG e foi pela mão e ensinamentos de Dosa que Joo Bang Lee conheceu o HWA RANG.

Em 1966, Joo Bang Lee, desafiado pelo então Presidente da Republica Coreano - Park Chung-hee - tentou criar uma Arte Marcial Coreana, unificando todos os estilos praticados, mas essa campanha não foi bem sucedida, primeiro porque era dificil unificar estilos e técnicas muito diversas, segundo porque nem todos os intervenientes estavam bem intencionados.

Desiludido por aquilo que considerou um insucesso, Joo Bang Lee, decidiu voltar às suas raízes e mediante consulta prévia ao seu mentor Suahm Dosa decidiu abandonar o projeto de unificação das Artes Marciais Coreanas e formou em 1968 a Associação Coreana de HWA RANG DO.

Principio/Conceito - A mestria de todos os estilos Marciais das Lutas (corpo-a-corpo, luxações, matracas, lanças, arcos, espadas e katanas, ...)

Grandes Mestres e Referências: Taejoon Lee (KOR); Michael D. Echanis (USA)

Livro de referência - Hwa Rang Do Student Manual (Joo Bang Lee)

 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:14

Significado do nome KARATE - Mão Nua

Definição Técnica - Arte Marcial / Desporto

Origem - Japão

Origem Técnica - Artes Marciais Chinesas

Fundação Moderna - Inicio do Século XX

Fundador - Ghishin Funakoshi

Lenda - Em estudo... To be completed...

História - Em estudo... To be completed...

 

Principio/Conceito - Concentração, a ponto de que cada golpe seja um golpe mortal

Grandes Mestres e Referências: O KARATE tem aproximadamente 600 estilos, em todos eles existem grandes mestres que são referências: Chuck Norris - Shito Ryu; Lyoto Mashida - Shotokan (UFC); 

Livro referência - Les trois maitres du BUDO (Jonh Stevens)

 

 
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:49


Ficha técnica do WING CHUN Technical Details

por Kombat Lovers, em 22.04.13

Significado do nome WING CHUN - Sempre Primavera / Louvor à Primavera. É também o nome da heroína lendária - Yim Wing Chun - que deu origem ao aparecimento do sistema de luta/combate WING CHUN.

Nota importante: Wing Tsun ou WT como por vezes também é chamado, é uma variante do WING CHUN, desenvolvida por Leung Ting, um discípulo do "Sifu" Ip Man. Após a morte de Ip Man, Leung Ting decidiu criar uma estrutura de ensino menos tradicional, possivelmente numa tentativa de adaptar-se mais ao modelo de ensino Ocidental, para mais facilmente permitir a expansão Mundial do WING CHUN.

Definição Técnica - SISTEMA DE COMBATE a Curta Distância

Origem - China

Origem Técnica - Todas as Artes Marciais Chinesas praticadas pelos monges nos templos Shaolin Siu Lam

Fundação Moderna - 1967 com a abertura da Hong Kong WING CHUN Athletic Association

Fundador - Ip Man também conhecido por Ip Kay Man

Lenda - Cada vez menos aceite, a versão lendária da história do WING CHUN conta que uma monja Ng Mui, estudiosa das Artes Marciais desenvolveu e passou o seu conhecimento das artes marciais a uma discípula chamada Yim Wing Chun, que, por sua vez, o foi repassando a outros praticantes.

Uma outra versão mais recente diz que essa mesma monja Ng Mui, sobrevivente dos massacres Manchus aos templos Budistas Shaolin Siu Lam, não foi a criadora, mas era guardiã dos segredos de um sistema de combate, muito eficaz e fácil de aprender, desenvolvido pelos monges de Shaolin. Mas, mesmo esta versão, continua também dizendo que o testemunho foi passado a Yim Wing Chun.

Continuando, ambas as versões, dizem que Yim Wing Chun foi uma excelente aluna e rapidamente aprendeu o SISTEMA e mais tarde ensinou-o a outros alunos que o repassaram até aos nossos dias. 

Existem pois diversas versões, não fundamentadas ou documentadas, da história do WING CHUN, não havendo consenso sobre qual das versões é mais próxima da verdade.

As diversas versões vão colocando o aparecimento do WING CHUN em diferentes datas, existindo relatos que dizem que terá sido antes do fim do primeiro milénio. Outras versões dizem que terá sido em meados do século XIII, e outras ainda falam em meados do século XIX.

Em praticamente todas as versões existem referências a uma forte ligação dos primeiros praticantes às atividades da Companhia de Opera do Barco Vermelho, indiciando por vezes que essa Companhia promovia algumas atividades ilicitas.

Supostamente terão sido dois mestres dessa Companhia de Ópera, um homem e uma mulher, que terão passado a arte ao primeiro Sifu da linhagem de Ip Man de que há registo confirmado, de seu nome Leung Jang.

História - Assim, pode apenas considerar-se a história recente do WING CHUN, que começa com a linhagem de Sifus de Ip Man, cujo registo mais antigo é o de Leung Jang que aprendeu e ensinava WING CHUN na cidade de Foshan.

Os conhecimentos de WING CHUN de Ip Man foram-lhe ensinados por Shan Wha Shun, que era empregado do pai de Ip Man. Shan Wha Shun, era já idoso e servia-se por isso da ajuda de outro seu discípulo Ng Chung Sok para ensinar Ip Man. Aos  16 anos, logo após a morte de Shan Wha Shun,  Ip Man foi viver e estudar para Hong Kong e ali encontrou outro Sifu, Leung Bik. Estudou com Leung Jang até aos 24 anos, idade com que regressou a Foshan. Em Foshan Ip man começou a trabalhar como Polícia e a ensinar WING CHUN.

Em 1949, aos 56 anos, com a implantação do Comunismo em todo o território Continental Chinês, Ip Man, dicidente do regime Comunista, decidiu refugiar-se em Hong Kong.

Exilado em Hong Kong, sem rendimentos e à beira da pobreza Ip Man, cujos feitos policiais eram conhecidos, por necessidade, decidiu abandonar a tradição de só ensinar a um grupo restrito de alunos escolhidos e em 1950 começou a ensinar WING CHUN cobrando uma mensalidade para sobreviver.

Começou por ensinar nua sala do Sindicato dos trabalhadores da Restauração. Dois anos mais tarde Ip Man decidiu abrir a sua própria escola e alugou um espaço em Yaumatei - Kowloon. Foi dessa escola que, em 1967 veio a nascer a Hong Kong WING CHUN Athletic Association e dali sairam os alunos que depois espalharam o WING CHUN por todo o Mundo.

E assim começa a história recente do WING CHUN com as Escolas de Ip Man (Wing Chun), Leung Ting (Wing Tsun - WT) e Bruce Lee (Jeet Kune Do) a trazerem o WING CHUN, via Hong Kong, para o Ocidente.

Principio/Conceito - Ao invés de apoiar-se em técnicas, o conceito do SISTEMA DE COMBATE WING CHUN baseia-se na utilização de principios que ao serem seguidos permitem ao praticante anular quase instintivamente as ameaças que lhe vão sendo impostas pelo adversário. Partindo do principio de que podemos não ter tempo para pensar antes que o ataque do adversário já nos esteja a atingir, então devemos preparar-nos para ter uma postura que instintivamente nos protege e garante um contra ataque rápido.

É um SISTEMA de combate que não impõe a necessidade do praticante ter capacidades fisicas extraordinárias. Antes pelo contrário, o SISTEMA considera-se mais eficaz por permitir ao praticante adaptar o SISTEMA DE COMBATE à sua própria estrutura e capacidades físicas.

Grandes Mestres e Referências: Keith Kernspecht (GER); Wong shun Leung (CHN); David Peterson ( ); Emin Boztep (TUR);

Livro referência - Complete WING CHUN: The Defenitive Guide to WING CHUN's History an Traditions (Robert Chu; Rene Ritchie; Y. Wu)

 

 

 
 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:24


Ficha técnica do JUDO - JUDO Details

por Kombat Lovers, em 21.04.13

Significado do nome JUDO - Via da suavidade / Caminho da Suavidade

Definição Técnica - Desporto/Arte Marcial

Origem - Japão

Origem Técnica - Jiu Jitsu

Fundação - 1882

Fundador - Jigoro Kano

Lenda - Shirobei-Akyama, um médico/filósofo Japonês e estudioso das Artes Marciais, questionava-se acerca do desenvolvimento das técnicas de luta e estabeleceu uma comparação que ainda hoje é usada como referência para o JUDO. Olhando os Salgueiros, Akayama notou que os galhos, pressionados pelo peso da neve, cediam deixando a neve cair ao invés do que sucedia com outras árvores cujos galhos, rigidos, quebravam sob o efeito do peso. Daí nasceu a ideia de ceder para vencer. Usar toda a força e peso do adversário em nosso beneficio para vencê-lo...

História - Jigora Kano, um professor, trabalhava para o Ministério da Educação Japonês. Praticante de Jiu Jitsu e estudioso das Artes Marciais, decidiu desenvolver uma sistema de ensino que pudesse ser usado nas escolas com o minimo de risco para os alunos/praticantes. Para fazê-lo, eliminou todas as técnicas que potenciavam o risco para a integridade fisica dos praticantes ao ser aplicadas e deixou apenas as que podiam ser executadas sem magoar, permitindo assim aos particantes estudar e aplicar as técnicas livremente e sem riscos. Foram postas de parte todas as técnicas de "Atemi" (impacto) e ficaram apenas as projeções, imobilizações e luxações que podiam ser feitas com absoluto control e segurança.

Atento ao mundo moderno e às mudanças Kano desenvolveu o JUDO tendo sempre em mente transformá-lo em desporto e entrar no movimento Olímpico. Conseguiu!!!

Principio/Conceito - Utilizar a força do adversário em nosso beneficio. Aproveitar as suas fraquezas, os seus momentos de desiquilibrio para nossa vantagem.

Grandes Mestres e Referências: Yamashita (JPN), Koga (JPN), Neil Adams (GBR), Michel Almeida (POR), Geesink (NED), Toti Kashvili (GEO) ... para ser continuado...

Livro referência - Les trois maitres du BUDO (Jonh Stevens)

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:50


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D