Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Magnésio

por Kombat Lovers, em 19.12.13

O MAGNÉSIO tem uma importância extrema na nossa saúde. A sua ausência é apontada como uma das grandes causas da perda de saúde geral e da incidência do cancro.

 

Cálculos Renais
Como atua o MAGNÉSIO

Entre outras formas, atua regulando o metabolismo do Cálcio no organismo humano. Fixa Cálcio onde deve haver e elimina-o de onde não deve haver.

Ativa o sistema imunitário, ativa vitaminas e proteinas, é anti infalamatório e reduz os indices de stress.

 

Como e quando se deve consumir o MAGNÉSIO?
Uma vida stressante, bem como o consumo de alcool, tabaco e drogas em geral, aceleram o processo de eliminação do MAGNÉSIO do nosso corpo, por isso pessoas com estas carateristicas e condições devem aumentar o consumo de MAGNÉSIO.
NOTA IMPORTANTE: Prefira o Magnésio quando conservado em recipientes de vidro e não de plástico.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 06:26


Jin Ji Du Li - Mantenha o seu equilibrio

por Kombat Lovers, em 05.12.13

MANTENHA OS OLHOS BEM FECHADOS, RELAXE E EQUILIBRE-SE

 

Isso mesmo, equilibre-se interiormente, é para isso que serve o JIN JI DU LI.

Este exercicio é considerado fundamental para manter a jovialidade e permite de uma forma muito simples e sem recurso a quaisquer equipamentos ou tecnologia, verificar o estado de saúde e a idade fisica de um individuo.

 

Numa tabela de avaliação muito simples pode dizer-se que alguém que não consiga assumir esta postura mais do que 10 segundos, estará numa idade fisica acima dos 60 anos. Mesmo que tenha 40 anos, isso significa que o seu corpo se degenerou mais rapidamente do que devia e o seu estado fisico é como o de uma pessoa idosa. O seu corpo envelheceu mito rapidamente, talvez por estar mal cuidado. Geralmente por falta de atividade física.

 

JIN JI DU LI é uma pedra preciosa da medicina tradicional Chinesa e utiliza-se com base no pressuposto de que para um individuo manter um estado de saúde equilibrado, os seus orgãos internos, incluindo o cérebro devem estar em sincronia ou alinhados.

Então, se esse individuo estiver bem de saúde e estiver de pé e descontraido, ao levantar um dos pés ficando apoiado no outro pé, ele conseguirá manter-se equilibrado.

Contudo, se algo no seu organismo não estiver coordenado, ou se a sua saúde não estiver bem, ele desiquilibrar-se-á, não conseguindo manter-se apoiado em apens um pé por muito tempo.

 

 

A Saúde:

Demência e Senelidade, são apontados como alguns dos problemas de saúde mais comunmente resolvidos pelo JIN JI DU LI.

Partindo do principio de que se os nossos orgãos internos não estiverem alinhados/coordenados o nosso corpo não estará equilibrado, então, assim sucedendo, a saúde corre o risco de degradar-se, sendo o corpo dominado pela doença.

Segundo os principios da medicina tradicional chinesa, existem seis meridianos (canais de energia) principais no corpo humano. Esses meridianos percorrem todo o nosso corpo. O praticante de JIN JI DU LI, ao ficar apoiado unicamente num pé, provoca o desiquilibrio dos seus meridianos e estes reajustam-se. Ao fazê-lo os orgão adaptam-se, sendo estimulados ou forçados a procurar o seu ponto de estabilidade e equilibrio.

Podemos então considerar que o JIN JI DU LI é ginástica "interna". Ginástica para os orgãos interiores, como o figado, a bexiga, os rins, estômago, intestinos, ... 

Com a prática regular notam-se melhorias na qualidade do sono e na memória. Reforçam-se as imunidades

Podem prevenir-se doenças como a Gota e "Pés frios".

 

 

 

COMO TREINAR JIN JI DU LI:

A maioria das pessoas não consegue manter-se apoiado apenas num único pé com os olhos fechados por mais do que 5 segundos.

Com a prática, essas mesmas pessoas poderão conseguir equilibrar-se num único pé por mais de 2 minutos. Quando atingem esse nível, os praticantes descrevem uma sensação de leveza, quase como se deixassem de sentir o seu peso.

 

Deve começar-se por estar nessa posição e aos poucos vai-se ganhando confiança e fechando os olhos por períodos de tempo mais longos, até se atingir os dois minutos.
A partir daí podem começar a juntar-se movimentos ao exercicio e ganhar confiança na postura.
Da prática deste exercício apenas podem advir beneficios, com exceção das pessoas que têm problemas de saúde que os impeçam de permanecer de pé por períodos de tempo prolongados. Essas pessoas não devem praticar o JIN JI DU LI, sem aconselhamento e acompanhamento médico.
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 06:29

 

Em 1931 o cientista Otto Heinrich Warburg (1883-1970) recebeu o prêmio Nobel pela sua tese sobre a CAUSA PRIMÁRIA DO CANCRO?


Mas, espera aí, se a causa foi descoberta, por que razão ainda não descobriram a cura?

Vamos então saber:

Segundo o estudo daquele cientista, o CANCRO é a consequência de uma alimentação antifisiológica e um estilo de vida antifisiológico.

- Porquê?... Porque uma alimentação antifisiológica - dieta baseada em alimentos acidificantes e o sedentarismo, criam no nosso organismo um
ambiente de ACIDEZ.
A ACIDEZ por sua vez, EXPULSA o OXIGÉNIO das células!!!
Na sua obra "O metabolismo dos tumores", Otto Heinrich Warburg demonstrou que todas as formas de CANCRO se caracterizam por duas condições básicas: a acidose (acidez do sangue) e a hipoxia (falta de oxigénio). Por isso ele afirmou: "A falta de oxigénio e a acidez são as duas caras de uma mesma moeda": "Quando você tem um, você tem o outro".
Ou seja, se você tem excesso de acidez, então, automaticamente, tem falta oxigénio no seu organismo!
Outra afirmação interessante: "As substâncias ácidas repelem o oxigénio; em oposto, as substâncias alcalinas atraem o oxigénio."
Ou seja, um ambiente ácido, é um ambiente sem oxigênio.

E ele afirmava que: "Privar uma célula de 35% de seu oxigénio durante 48 horas, pode convertê-la em cancerígena".
Ainda segundo Warburg: "Todas as células normais tem como requisito absoluto o oxigénio,  porém as células cancerosas podem viver sem oxigénio - uma regra sem excepção".

E também: "Os tecidos cancerosos são tecidos ácidos, enquanto que os saudáveis são tecidos alcalinos".

Também descobriu que as células cancerosas são anaeróbias (não respiram oxigénio) e NÃO PODEM sobreviver na presença de altos níveis de
oxigénio; em troca, sobrevivem graças a  GLICOSE, sempre que o ambiente está livre de oxigénio... Portanto, o CANCRO não seria nada mais que um mecanismo de defesa que têm certas células do organismo para continuar com vida, num ambiente ácido e carente de oxigénio.
Resumindo: As células sadias vivem em ambientes alcalinos e oxigenados, que permitem o seu normal funcionamento, enquanto células cancerosas vivem em ambientes extremamente ácidos e carentes de oxigénio:

IMPORTANTE: Uma vez finalizado o processo da digestão, os alimentos, de acordo com a qualidade de proteína, hidrato de carbono, gordura,
minerais e vitaminas que fornecem, gerão uma condição de acidez ou alcalinidade no organismo. Ou seja, depende unicamente do que você come!
O resultado acidificante ou alcalinizante é medido através de uma escala chamada PH, cujos valores são definidos de 0 a 14, sendo o PH7, um PH neutro.


É importante saber como os alimentos ácidos e alcalinos afectam a saúde, já que, para que as células funcionem de forma correcta e adequada,
o PH do seu corpo deve ser ligeiramente alcalino. Numa pessoa saudável, o PH do sangue encontra-se entre 7,40 e 7,45.

Tenha em conta que: se o ph sanguíneo estiver abaixo de 7, entramos em estado de coma, ... próximo da morte.

 

Então, vamos ao que interessa:


Alimentos que acidificam o organismo:

# Açúcar refinado e todos os seus subprodutos - são o pior de tudo: não têm proteínas, nem gorduras, nem minerais, nem vitaminas,
só hidratos de carbono refinados, que pressionam o pancreas. O seu PH é 2,1, ou seja, altamente acidificante.
# Carnes - todas
# Leite de vaca e todos os seus derivados - queijos, requeijão, iogurtes, etc.
# Sal refinado
# Farinha refinada e todos os seus derivados - massas, bolos, biscoitos, etc.
# Produtos de padaria - a maioria contém gordura saturada, margarina, sal, açúcar e conservantes.
# Margarinas
# Refrigerantes
# Cafeína - café, chás pretos, chocolate

# Álcool
# Tabaco
# Remédios, antibióticos
# Qualquer alimento cozido - a cozedura elimina o oxigénio e transforma-o em ácido - inclusive as verduras cozidas.
# Tudo que contenha conservantes, corantes, aromatizantes, estabilizantes, etc.
Enfim: todos os alimentos enlatados e industrializados são potenciais acidificantes do nosso organismo.
O nosso organismo está constantemente a autorregular-se para não cair em acidez metabólica, garantindo desta forma o bom funcionamento celular, optimizando o metabolismo.


O organismo DEVERIA obter dos alimentos, as bases (minerais) para neutralizar a acidez do sangue na metabolização, porém todos os alimentos já citados, contribuem muito pouco, e em contrapartida, desmineralizam o organismo (sobretudo os refinados).

Há que se levar em conta que, no estilo de vida moderno, estes alimentos são consumidos pelo menos 3 vezes por dia, os 365 dias do ano!!!

Curiosamente, todos estes alimentos citados, são ANTIFISIOLÓGICOS!! O nosso organismo não foi projectado para digeri-los.

 

Alimentos Alcalinizantes:
# Todas as verduras cruas (algumas são ácidas ao paladar, porém, dentro do organismo têm uma reação alcalinizante,  outras são levemente
acidificantes, porém trazem consigo as bases necessárias para seu correto equilíbrio); cruas produzem oxigénio, cozidas não.
# Frutas, igualmente tal como as verduras. Por exemplo: o limão tem um PH aproximado de 2.2, porém dentro do organismo tem um efeito altamente alcalinizante (quem sabe o mais poderoso de todos).
Não se deixe enganar pelo seu gosto ácido, ok? As frutas produzem quantidades saudáveis de oxigénio!
# Sementes: além de todos os seus benefícios, são altamente alcalinizantes, como por exemplo as amêndoas.
# Cereais integrais: O único cereal integral alcalinizante é o milho, todos os demais são ligeiramente acidificantes, porém muito saudáveis!..
Lembre-se que, a nossa alimentação ideal necessita de uma percentagem de acidez (saudável).

NOTA: Todos os cereais devem ser consumidos cozidos. # O mel é altamente alcalinizante.
# A clorofila das plantas (de qualquer planta) é altamente alcalinizante (sobretudo a aloe vera, mais conhecida como babosa).
# A água é importantíssima para a produção de oxigénio. A desidratação crónica é o stressante principal do corpo e a raiz da maior parte de todas as enfermidades degenerativas" - afirma o Dr. Feydoon Batmanghelidj.
# O exercício oxigena todo teu organismo, o sedentarismo o desgasta. Não é preciso dizer mais nada, não é?

 


O Doutor George w. Crile, de Cleveland, um dos cirurgiões mais importantes do mundo, declara abertamente:
“Todas as mortes mal chamadas "naturais", não são mais que o ponto terminal de uma saturação de ácidos no organismo”.
Como dito anteriormente, é totalmente impossível que um câncer prolifere em uma pessoa que libera seu corpo da acidez, nutrindo-se com
alimentos que produzam reações metabólicas alcalinas e aumentando o consumo de água pura; e que, por sua vez, evita os alimentos que produzem
acidez, e se abstém de elementos tóxicos.

Em geral, o câncer não se contrai nem se herda… o que se herda são os costumes alimentícios, ambientais e o estilo de vida.
Isto sim, é que produz o câncer!
Mencken escreveu: “A luta da vida é contra a retenção de ácido”.
"O envelhecimento, a falta de energia, o stress, as dores de cabeça, enfermidades do coração, alergias, eczemas, urticária, asma, cálculos
renais e arterioscleroses, entre outros, não são nada mais que a acumulação de ácidos".
O Dr. Theodore A. Baroody disse em seu livro “Alkalize or Die” (Alcalinizar ou Morrer):
"Na realidade não importa o sem-número de nomes de enfermidades. O que importa sim é que todas elas provém da mesma causa básica: muito lixo
ácido no corpo”!

O Dr. Robert O. Young disse: "O excesso de acidificação no organismo é a causa de todas as enfermidades degenerativas. Quando se rompe o
equilíbrio e o organismo começa a produzir e armazenar mais acidez e lixo tóxico do que pode eliminar, então, manifestam diversas doenças".

 

 

"Que o teu alimento seja o teu remédio, que o teu remédio seja o teu alimento"

Hipócrates

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:15

Quanto mais relaxado e descontraido o corpo estiver mais capacidade terá de desenvolver performances de elevado nível.

Assim, a MEDITAÇÂO desempenha um papel deveras importante, para ajudar os praticantes das Artes Marciais e Desportos Associados e desenvolver melhores condições emocionais para a prática destas modalidades.




A prática da MEDITAÇÃO deve ser adequada ao perfil psicológico do praticante e deve ser progressivamente aprendida e evoluída.

Existem formas de MEDITAÇÃO Estáticas (feitas numa posição estática, sem movimento) e Dinâmicas (feitas em movimento). Será díficil para uma pessoa muito ativa e que não conheça as formas de MEDITAR começar a fazer MEDITAÇÃO partindo logo de formas estáticas.

Por isso devem fazer-se aproximações à MEDITAÇÃO, utilizando por exemplo o Chi Kung. Desta forma a adaptação a diferentes estados de consciência será mais fácil.


Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:28

O que é MEDITAR?

MEDITAR não tem regras. MEDITAR não tem tempo. MEDITAR não tem posições obrigatórias.

MEDITAR é Tempo. Tempo para não pensar em "NADA" e em "TUDO", ao mesmo tempo.

E Tempo, é um bem precioso, muito precioso.

Mas será o Tempo tão precioso, que não podemos desperdicá-lo para descansar sequer?

Ou será ele tão mais valioso precisamente por isso? Para podermos dar-nos ao luxo de desperdiçá-lo, sentados a olhar um Pôr do Sol e as ondas do mar a bater na rocha.

Os Orientais, com as escolas de Filosofia e Religião Shinto, Taoista e Confucionista e com o entendimento do "CHI" do "YIN" e do "YANG", têm mais facilidade em entender a importância de "PARAR", de ter tempo para pensar em "TUDO", de ter tempo para pensar em "NADA", ou seja, MEDITAR.

A vida acontece e nós a vê-la acontecer.

Por vezes, parece não haver tempo, mas há.

Temos todo o tempo do Mundo, ... todo o tempo, ... basta querermos!

Em vinte e quatro horas, o tempo que dura um dia, bastam-nos cinco minutos. Cinco minutos são o tempo suficiente  para espairecer, aclarar as ideias ou mudar de ideias.

Por vezes focamo-nos tanto no pequeno Mundo em que vivemos, na profissão, na moda, no desporto, esquecendo-nos que há mais vida, para além da vida que conhecemos.

E essa vida, que não vemos, está mesmo ali ao nosso lado, passa-nos despercebida, porque não damos a nós próprios a oportunidade de a ver.

Pare e olhe à sua volta... Gaste cinco minutos do seu dia para olhar ao seu redor.

Pense no que está errado, pense em como podia mudar para melhor e vai notar uma grande diferença no seu dia a dia.

Bruce Lee dizia, "Seja como Água, ...".

Adapte-se, transforme-se, modifique a sua vida, para descobrir novas formas de estar e viver em harmonia com o Mundo que o rodeia.

Acima de tudo adapte a sua vida para finalizar todos os dias com a certeza de estar feliz e a sentir-se bem com o que faz.

 

Não faça nada porque tem que ser. Faça porque gosta de fazer.

Divirta-se e Seja Feliz!!!

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:25

O REPOUSO E PARTICULARMENTE O SONO SÃO UMA IMPORTANTE FORMA DE MANTER A SAÚDE. PORQUÊ?

 

O nosso corpo está constantemente num processo de destruição e reconstrução das suas estruturas. Mas existem momentos mais apropriados para essa reconstrução e esses momentos acontecem sobretudo durante o REPOUSO e durante o SONO.

Nos períodos de atividade física e mental mais intensa, o corpo não está muito concentrado na sua própria recuperação e reconstrução.

 

 

Assim, durante os períodos de REPOUSO e durante o SONO, o nosso corpo desempenha diversas tarefas, em horários diferentes, que são por exemplo:

 

  • 21h00 - 23h00 - Neste horário, o sistema linfático do nosso corpo começa o processo de desintoxicação, desembaraçando-se de alguns químicos intoxicantes do nosso organismo. Por isso, a partir das 21h00, devemos estar a relaxar, ouvindo música ou a ler um livro;
  • 23h00 - 01h00 - A vesícula biliar está no processo de desintoxicação e isso deve acontecer num estado de SONO profundo. É também neste horário que o nosso corpo sintetiza as proteínas de crescimento que vão ajudar à substituição das células que têm de ser reconstruidas;
  • 01h00 - 03h00 - É a hora de desintoxicar o fígado e a essa hora devemos continuar a DORMIR profundamente;
  • 03h00 - 05h00 - Os pulmões estão a ser limpos e é por isso que neste horário, se estivermos mais frágéis produzem-se fortes acessos de tosse. Por isso deve evitar-se o mais possível a utilização de medicamentos para a tosse, pois interferem nestes processos de eliminação de toxinas. Sempre que possível, devem-se substituir os medicamentos por remédios naturais;
  • 05h00 - 07h00 - A desintoxicação do Cólon. A esta hora, se estivermos acordados, devemos ir à casa de banho esvaziar os intestinos;

Fora destes horários, o corpo adapta-se e é capaz de recompor-se, mas, decididamente, os resultados não são os mesmos.

Por isso, as pessoas que não respeitam estes princípios e que, por motivos profissionais ou outros, não podem cumprir horários regulares de repouso e de DORMIR, terão provavelmente mais dificuldade em manter um estado de saúde equilibrado.

 

 

Depois de todo este processo de limpeza, o organismo acorda e está apto para mais um dia de trabalho. Mas precisa de combustível e então:

  • 07h00 - 09h00 - o Intestino Delgado está pronto para absorver nutrientes e é neste período que deve acontecer a primeira refeição. Para os desportistas, ainda será melhor se tomarem o pequeno almoço pelas 07h30. No entanto, se estivermos doentes, devemos antecipar o horário para as 06h30.

Quem não tem o hábito de tomar uma refeição matinal deve mudar esse hábito e impor a si próprio a necessidade de tomar essa refeição, por mais pequena que seja, antes das 10h00 da manhã.

 

DORMIR tarde e despertar tarde interrompe os processos de desintoxicação do nosso organismo. E é importante ter em conta que, entre as 00h00 e as 04h00 a medulá óssea está a produzir sangue novo, sendo importante deixar que este processo decorra tranquilamente. Caso contrário, estamos a diminuir as capacidades de manutenção e regeneração do nosso corpo, pois estamos a limitar a produção de sangue, que é o principal veículo de manutenção e transporte do nosso organismo.

 

 

No caso dos desportistas o desgaste que o corpo sofre no treino é muito superior ao de uma pessoa normal. Por isso, os atletas precisam de vários períodos de repouso e de SONO ao longo de um dia e de mais tempo a DORMIR. Um organismo cansado necessita de recompor-se e para fazê-lo é necessário desligar uma série de funções para obrigar o corpo a repousar e poder limpar o organismo das toxinas acumuladas e recuperar desse desgaste a que foi sujeito.

O cansaço e a fadiga que se sentem depois do treino resultam de uma ordem que o cérebro dá ao organismo para mandar o corpo parar, por forma a poder proceder às "obras" de limpeza, manutenção e reparação no corpo do atleta. Sem repouso, não pode haver recuperação e em vez de melhorar, o organismo entra num estado de fadiga extrema que pode ter reprecussões graves na saúde do atleta.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:21


NASCER, CRESCER, VIVER E MORRER

por Kombat Lovers, em 28.06.13
A Odisseia da vida acontece. Nascemos destinados a morrer e tudo isso tem fases, etapas que importa conhecer...




O que é que fazemos com este corpo? Como o utilizamos? Para quê?






E como será o futuro do corpo humano? Até onde irá a ciência revolucionar o funcionamento do organismo do homem e o que é que isso significa para a humanidade?




Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:02

Qualquer Artista Marcial, ou Desportista, ou Lutador, depende em grande parte da sua condição física. Isso inclui tudo aquilo a que se chama trabalho invisível e que não é mais do que os cuidados que cada praticante tem consigo próprio e que lhe vão permitir ter melhores performances.

São exemplos do "trabalho  invisível os cuidados com a alimentação ou nutrição, o trabalho de prevenção de lesões (que inclui o trabalho de , elasticidade e flexibilidade), o repouso, e muitos outros cuidados a ter.

O trabalho de condicionamento físico é vital e deve, tanto quanto possível, ser levado ao limite máximo da especificação, ou seja, para cada praticante deve haver um plano específico de treino da condição física.

Isso significa que também existem diferenças muito claras no trabalho de condicionamento físico a ser desenvolvido por um homem ou por uma mulher.
  
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:50


A FRUTA e os seus benefícios

por Kombat Lovers, em 23.06.13

Sabia que:

  • A FRUTA é o mais perfeito alimento, pois gasta uma quantidade mínima de energia para ser digerida e dá ao seu corpo o máximo em retorno;
  • O único alimento que faz o seu cérebro trabalhar é a glicose;
  • A FRUTA é principalmente frutose (que pode ser transformada com facilidade em glicose), é na maioria das vezes 90-95 % de água. Isso significa que ela limpa e alimenta ao mesmo tempo;

 

  • O único problema com a FRUTA, é que a maioria das pessoas não sabe como comê-la de forma a permitir que o corpo aproveite efectivamente os seus nutrientes;
  • Deve comer-se a FRUTA sempre com o estômago vazio. E porquê ? Porque a FRUTA não é digerida no estômago, mas sim, no intestino delgado;
  • A FRUTA passa rapidamente pelo estômago, e dali para o intestino, onde liberta os açúcares. Mas se houver carne, batatas ou amidos no estômago, a FRUTA fica lá retida e começa a fermentar;
  • Certamente já comeu FRUTA como sobremesa, após uma farta refeição e passou o resto do dia a arrotar um sabor desagradável? Isso, porque não a comeu da maneira adequada. Deve comer-se a FRUTA sempre, com o estômago vazio;
  • A melhor FRUTA é a FRUTA fresca ou o sumo feito na hora. Não deve beber sumo de lata porque na maioria das vezes, o sumo é aquecido no processo de "selagem" da lata e a sua estrutura torna-se ácida;
  • Se quer investir na sua saúde, compre uma centrifugadora e faça sumos naturais;
  • O sumo é digerido muito rapidamente pelo nosso organismo. E se tiver necessidade, quinze ou vinte minutos mais tarde já pode estar a ingerir outra refeição;
  • Comer FRUTA ajuda a prevenir as doenças cardíacas;
  • As hemorregias internas e ataques cardíacos podem ter origem numa estrutura de vasos capilares fracos; 
  • As FRUTAS contêm bioflavonóides, que evitam que o sangue se espesse e obstrua as artérias. Os bioflavonóides também fortalecem os vasos capilares;
Quer saber como usar bem a FRUTA na sua alimentação?
  • Coma FRUTA logo pela manhã, logo depois de beber um ou dois copos de água fresca.
  • Coma a FRUTA antes de ingerir qualquer outro alimento.
  • Coma FRUTA nos intervalos das refeições várias vezes ao dia.
  • Coma a FRUTA da época, sem exagerar.
  • Tente variar o mais possivel a sua dieta de FRUTA.
  • Tente comer uma peça de cada vez ao invés de misturar diversas qualidades de fruta numa única refeição.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:44

O que é o SAL?

Eistem basicamente dois tipos de SAL, o SAL Marinho e o SAL Mineral. Não têm muita diferença um do outro, a não ser no seu método de apanha ou extração. O SAL Marinho obtem-se pela evaporação da água do mar e o SAL Mineral é extraido de minas.

Estes dois tipos de SAL encontrados na natureza, são o maior e melhor concentrado de minerais que o ser humano pode usar na sua alimentação.

 

O que contém o SAL?

Enxofre, Boro, Brómio, Césio, Carbono, Estrôncio, Magnésio, Potássio, Sódio, Alumínio, Arsénico, Bário, Cobalto, Flúor, Fósforo, Ferro, Lítio, Manganês, Mercúrio, Níquel, Nitrogénio, Ouro, Prata, Rádio, Rubídio, Selénio, Silício, Tório, Urânio, Vanádio, Zinco, Iodo, ..., etc, etc.

 

Sabia que:

  1. Proporcionalmente, a quantidade de SAL existente na composição do corpo humano é quase igual à proporção de SAL existente na composição da água do Mar.
  2. O SAL natural contém em si todos os minerais de que o nosso organismo necessita, quase nas mesmas proporções que o soro sanguíneo.
  3.  3,5% da composição dos Mares e Oceanos é SAL.

 

Beneficios do Consumo do SAL Natural (Marinho ou Mineral):

  1. Facilita os processos químicos musculares e como tal melhora o rendimento desportivo para os músculos;
  2. Compensa os prejuízos da má alimentação;
  3. Diminui a acidez gástrica;
  4. Estimula a atividade da circulação sanguínea, respiratória, centros nervosos, dos rins e das vias urinárias;
  5. Estimula a excreção dos ácidos tóxicos(Ácido Láctico e Ácido Úrico);
  6. Em três semanas há uma grande transmineralização e um enriquecimento extraordinário de cálcio, flúor, magnésio, etc;
  7. Por conter Magnésio, previne doenças cardíacas;
  8. Por conter Flúor fortifica os ossos, os dentes, etc;
  9. Tem efeitos bactericidas e antibióticos;
  10. É antialergénico;
  11. Produz um maior equilíbrio electrolítico no corpo Humano;
  12. Regula os excessos de sódio e potássio (baixa a pressão arterial);
  13. Previne constipações;
  14. Estimula o processo de sarar feridas e alivía a psoríase, os processos menstruais e o bócio;
  15. Combate o colesterol, a senilidade (Alzheimer e Parkinson), os cálculos biliares;
  16. Os minerais participam na cura de todas as doenças;

 

De onde veio o SAL que está no Mar?

Ao longo de centenas de milhões de anos, o processo do ciclo da água (chuva-formação dos oceanos-evaporação dos oceanos-chuva), foi lavando os minerais das terras continentais onde chovia e arrastando consigo os minerais que estavam na composição dessas terras. No final do cíclo, ao chegar aos Mares e Oceanos, as particulas desses minerais ali permaneceram em suspensão, tornando os Mares cada vez mais ricos em sais minerais, até chegarmos ao seu estado atual.

 

Qual a Função do SAL no organismo?

O SAL funciona como um estabilizador no nosso organismo, facilitando processos quimicos, ajudando na absorção dos nutrientes e na eliminação dos resíduos e detritos. Dos seus componentes, o Sódio assume grande importância, pois tem uma ação relevante na transmissão dos implusos nervosos que acionam os musculos, inclusive o coração. Por sua vez o Potássio, outro dos sais minerais presentes no SAL assume também grande importância na boa atividade cardíaca.

De uma forma resumida, estas são as funções principais do SAL.

 

 

Então, onde está o problema?

O sal comum que encontramos nas mesas de casa e dos restaurantes é normalmente sal refinado, composto por 99% de Cloreto de sódio. E como o próprio nome indica passou por um processo de refinação ou "purificação". O problema é que esse processo de "purificação" utiliza subtâncias quimicas para branqueá-lo e torná-lo mais solto e facilmente utilizável.

Este sal aparenta bem, mas faz mal. A sua função nutritiva é inversa à que deveria ter e, no longo prazo, vai contribuir para prejudicar gravemente a saúde de quem o consome. Porquê? Porque no processo de refinação e branqueamento, perdem-se muitas das substâncias com valor nutricional que o Sal contém, como por exemplo o Bromio, o Magnésio, o Iodo e o Cálcio, entre outros. Por outro lado, as substâncias nocivas usadas na refinação e branquemento vão permanecer no produto final e entrar nos nossos corpos pela alimentação.

Além disso, o problema reside também no consumo excessivo. O SAL é necessário, quanto mais natural ele for melhor para a saúde de quem o consome, mas tem de ser consumido moderadamente e de acordo com as necessidades de quem consome. Se procurarmos informação sobre a DDR (Dose Diária Recomendada) podemos ver que variam muito as indicações dos diversos organismos que se consultam, mas na generalidade essas informações apontam que 3 a 5 gramas por dia devem satisfazer as necessidades de uma pessoa normal. Mas o consumo é muitas vezes 3 a 4 vezes superior à dose diária recomendada.

Um dos problemas mais comuns causados pelo SAL é a HIPERTENSSÃO. Acontece sobretudo em pessoas mais idosas e obesas, com metabolismos mais lentos e com tendência para reterem o Sódio por mais tempo no organismo, o que provoca a retensão de líquidos e consequentemente a Hipertenssão.

Basicamente podemos concluir que o SAL natural (Marinho e Mineral) alimenta, ao passo que o SAL refinado mata!!!

 

E o SAL "Light"?

Algumas pessoas optam pelo uso de SAL "Light", que tem na sua composição 50% de Cloreto de sódio e 50% de Cloreto de Potássio. Assim, reduz-se em cerca de 50% o consumo de sódio e isso é bom para os Hipertensos e para as pessoas que têm tendência a reter líquidos (o tempo de retensão deste SAL no organismo é menor), mas por outro lado, o maior consumo de Potássio também conduz a alguns problemas.

O SAL "Light" tem um sabor menos intenso, mas deve ser usado nas mesmas quantidades recomendadas para qualquer SAL. Não se deve consumir mais porque é "Light". E tenha-se em particular atenção que o SAL "Light", porque tem Potássio, não é recomendável a pessoas com problemas renais.

 

Então qual é a solução?

Como já referido, a solução reside no consumo equilibrado e sem excessos de SAL, preferencialmente SAL natural (Marinho ou Mineral) e nunca o SAL refinado.

 

E no Caso dos Atletas?

Começamos por explicar que o Sal é um facilitador das reações químicas e trocas que se procesam ao nível celular.

Os processos quimicos no corpo humano visam aumentar e/ou manter as estruturas físicas do nosso organismo, porque elas estão sempre num processo de destruição/renovação.

O Treino é um processo físico desidratante. Nesse processo de desidratação, ao transpirar, a água do suor arrasta consigo os sais minerais que contém e isso causa um estado de cansaço e esgotamento físico e psíquico. Essa fadiga resulta de uma ordem que o cérebro dá ao corpo para repousar e recompor os nutrientes e energia que perdeu no treino.

No caso de atletas, o treino é um processo de destruição da estrutura do corpo, sobretudo ao nível muscular. Assim, o corpo de um atleta tem um processo de regeneração muito mais intenso que o de uma pessoa com uma atividade fisica normal. Ou seja, o atleta tem um metabolismo muito mais acelerado que o de uma pessoa comum. Como tal, as exigências de consumo de SAL de um atleta são necessáriamente superiores às das pessoas comuns, podendo chegar a necessitar de 10 vezes mais SAL que uma pessoa com uma atividade física normal. O SAL Natural (Marinho ou Mineral) repõe rapidamente essas necessidades.

Por tudo isto, o SAL consumido por um atleta, deverá ser definitivamente SAL Natural (Marinho ou Mineral), não manipulado nem aditivado. O SAL Comum contém apenas Sódio e é isso que vai chegar às células fatigadas, deixando uma grande quantidade de necessidades de Minerais por satisfazer.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:20


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D