Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Ficha Técnica do TAI CHI CHUAN Technical Details

por Kombat Lovers, em 01.06.13

Significado do nome TAI CHI CHUAN: Não se pode fazer uma tradução literal dos significados das palavras chinesas. Algumas palavras estão mais associadas a um conceito do que a uma ação ou um objeto. A mesma palavra pode assumir diversos significados.

- TAI é uma palavra associada a grandeza (maior - supremo - mais alto - absoluto)

- CHI ou JI associa-se a altura (cume - topo - limite)

- CHUAN ou QUAN associa-se a lutar com a mão desarmada (soco - punho - combate desarmado)

É comum encontrarem-se várias formas para traduzir o significado de TAI CHI CHUAN, contudo, a tradução mais comum é PUNHO DO LIMITE SUPREMO

Definição Técnica: Arte Marcial (Mas começam a dar-se os primeiros passos para criar uma estrutura desportiva de competição)

Origem: Artes Marciais Chinesas e o Chi Kung (por vezes também chamado Qi Gong)

Origem Técnica: O TAI CHI CHUAN incorpora diferentes conceitos. O bem estar fisico e mental, a facilidade e leveza do movimento e a energia. Podemos dizer que as Artes Marciais Chinesas, o Qi ou Chi (fonte de energia) e a meditação são as componentes estruturantes do TAI CHI CHUAN. 

Fundação: Meados do século XVII

Fundação Moderna: Existem diversas linhagens e estilos de TAI CHI CHUAN. A maior parte dessas escolas começaram a estruturar os seus estilos a partir de meados do século XVIII.

Lenda: Uma das versões lendárias conta que o TAI CHI terá sido apresentado por Wu Xu, uma divindade Taoísta, ao monge Chan San Feng, que era um eximio praticante de Artes Marciais. O monge terá então começado a praticar e ensinar este estilo passando-o aos seus discípulos.

Outra versão da lenda diz que o mesmo Chan San Feng presenciou uma luta entre uma serpente e uma garça. A garça atacava sistematicamente a serpente, com golpes fortes e rápidos, tendo Feng observado que a serpente se mantinha descontraida, esquivando-se e aproveitando os ataques da Garça para contra atacá-la. Daí, teria então nascido o conceito do TAI CHI CHUAN.

História: As origens perdem-se no tempo. Os primeiros relatos históricos do TAI CHI referem Xu Xuan Ping e Li Dao ZI como os primeiros Mestres a apresentar o estilo como uma Arte Marcial autónoma, tendo isso sucedido nos séculos VII e VIII na dinastia Tang.

Outras teorias de históricas dizem que o primeiro impulsionador do conceito da "Arte Interior" terá sido o monge Chan San Feng. Também conhecido por "O Imortal", Chan San Feng, acabou por tornar-se uma figura mítica. Os registos acerca da sua vida são muito vagos o que faz com que alguns historiadores questionem a veracidade da sua existência. Como exemplo, pode referir-se que não existe consenso na datação do período de vida desta personalidade tão importante para  o imaginário da cultura Chinesa, apontando-se datas desde o séculos X até ao século XV.

São também muitas as versões da origem e história do TAI CHI, tal como são muitas as imprecisões que se encontram ao cruzar as versões dos diversos estudiosos.

Certo, é que o primeiro registo escrito fazendo referência ao TAI CHI CHUAN data do século X. Tem como título Guan Jing Wu Hui Fa, que traduzido significa algo como "Método para alcançar o esclarecimento através da observação da escritura", sendo o autor Cheng Ling Xi.

O TAI CHI foi-se desenvolvendo como forma de combate e acabou por ganhar reputação e o reconhecimento institucional.

No século XIX, o Mestre Yang Lu Chan, um estudioso das Artes Marciais e criador do estilo Yang do TAI CHI ganhou fama em Pequim pelas suas capacidades Marciais. Era tão bem considerado, que o chamavam "O Invencível". Essa reputação valeu-lhe um convite para treinar a Guarda Imperial Chinesa. E como resultado dessa distinção, Yang Lu Chan ganhou muitos seguidores, tendo a sua escola chegado a ter mais de 800 alunos. A partir daí deu-se o grande desenvolvimento do TAI CHI CHUAN.

Mas foi em finais do sèculo XIX, principios do século XX, com a abertura da China ao Ocidente, que o TAI CHI CHUAN começou a ser conhecido no Mundo Ocidental, iniciando-se o seu crescimento e consagração a nível Mundial.

Principio/Conceito: O TAI CHI CHUAN, como Arte Marcial segue um conceito enraizado na filosofia Taoísta, que defende a necessidade do Homem viver em harmonia com a Natureza. Tem uma forte componente de "GI" (a energia interior), sendo daí que se originou a sua classificação de "Arte Interior". A par disso, é dado muito enfase ao control da respiração.

Assim sendo, todos os movimentos são lenta e suavemente desenhados e coordenados com o control da respiração, por forma a potenciar ao máximo a eficácia e o "GI".

Whang Zheng Nan, Mestre da linhagem Wudang do TAI CHI CHUAN, referia-se a esta Arte Marcial como sendo uma arte "Interior" a contraponto dos estilos Chineses das escolas Shaolin, aos quais se referia como artes "Exteriores" por construirem a sua estrutura partindo essencialmente da condição física do praticante.

Baseando-se em movimentos circulares, que acompanham o movimento do adversário, podem-se considerar 3 pilares fundamentais na definição do conceito do TAI CHI CHUAN:

- Contrariar o movimento do adversário opondo-lhe a quietude

- Contrariar a dureza do adversário opondo-lhe a suavidade

- Contrariar a velocidade do adversário opondo-lhe a lentidão dos nossos movimentos

Grandes Mestres e Referências: Thung Kai Ying (CHN); Tung Hu Ling (USA); When Shan Wang (USA); Marshall Hoo (USA); Hum Hi Sian (TWA);

Livro Referência - Tai Chi Chuan Classical Yang Style: The Complete Form Qi Gong (Jwing Ming);

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:47


Fonte de energia - CHI ou GI - Energy Source

por Kombat Lovers, em 19.05.13

A palavra que pode ser pronunciada como "CHI" ou "GI", é mais a representação de uma forma de energia, do que uma denominação exacta de algo em concreto.

No entanto, literalmente CHI ou GI podem significar simultâneamente fluxo de energia, ar, gás, respiração, respirar, força vital. Em suma e resumindo, CHI ou GI é a designação de ENERGIA VITAL, ou seja, é mais que tudo a designação para o conceito de energia que dá vida a todos os seres vivos.

O CHI ou GI está enraizado em diversos conceitos espirituais e religiosos de diversas culturas. Os Ocidentais chamam-lhe ENERGIA VITAL, e é parte integrante do Taoismo, do Hinduismo e do Budismo, bem como da cultura Havaiana. O povo da Tribo Nigeriana Igbo chama-lhe também CHI, os Indios Norte Americanos chamam-lhe Manitou e na cultura e religião Judaicas é designado por Ruah.

CHI ou GI flui permanentemente, rodeia-nos, envolve-nos e pode ser extraido, preservado ou acumulado nos seres vivos. É que proporciona vida aos seres vivos, sendo essencial para a manutenção dessa vida e sobretudo à manutenção da saúde.

O ser humano,pode treinar-se e aperfeiçoar-se na utilização e aproveitamento do CHI ou GI sendo os especialistas chamados de Mestres ou Grandes Mestres.

 

 

 
 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:46


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D